Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

luzemjulho

apontamentos

luzemjulho

apontamentos

BALADA DO ANCIÃO

 

 

Tenho vinte mil anos de idade

já não sou nenhuma criança

Se me procuras e já perdeste a esperança

segue essas longas barbas ferrugentas

que se arrastam pelas ruas da cidade

estou no fim

Quando finalmente me vieres encontrar

muito depois das vinte mil estrelas

diz-me então as palavras mágicas

há vinte mil anos que morro de não sabê-las

( Gonçalo Fernandes, in Giz Preto, Assírio & Alvim )